30/06/16
1º Festival Internacional da Utopia, realizado em Maricá atraiu grande público com diversas atividades gratuitas
Evento teve apresentações culturais e participação de intelectuais nacionais e internacionais
________________________________________
   
  30/06/16
Natureza e história que encantam
São João Marcos inicia o Programa Educativo 2016; foco é na história da mais importante cidade do século XIX na região, então um dos maiores centros de produção de café do país e berço de brasileiros ilustres
________________________________________
   
 
A cidade do aço tem representante de peso no The Voice
Nossa mais recente estrela foi brilhar a pouca distância daqui. Mas de onde ela foi parar pode-se ter certeza de que seu nome já está sendo pronunciado em vários sotaques diferentes pelo mundo. Mais uma ‘’Globeleza’’ aterrissou na frente das câmeras ‘’Globais
________________________________________
   
  18/12/15
Um ano de muitas realizações
________________________________________
   
  18/12/15
As reinvenções de Rodrigo Hallvys
Ator/diretor comemora sucesso do Festival de Esquetes Estudantis de Vargens; seis textos foram encenados na terceira edição do evento, realizada no Pontal Country Club, na Zona Oeste do Rio de Janeiro
________________________________________
   
  18/12/15
Um convite à diversão musical
Representante da nova safra da música pernambucana, banda Casaprima, divulga seu segundo CD, conta tudo sobre o álbum e fala de intercâmbio com os artistas de Volta Redonda
________________________________________
   
  14/12/15
O amor em ritmo de reggae
Unidade Resistência divulga clipe do seu segundo CD; “Quando as crianças clamam a Babilônia cai” reúne sete faixas; depois de turnê de 14 meses pelo nordeste do Brasil, banda retornou a Volta Redonda, onde tudo começou
________________________________________
   
  14/12/15
Uma cara mais popular
Redes sociais dão o tom em “HashtagVR”, coletiva de Zaqueu Pedroza; pintura, gravura, fotografia, escultura, arte gráfica, poesia e instalações foram destaque no Espaço das Artes Zélia Arbex
________________________________________
   
  14/12/15
Criação de desenhos de humor
Pedro Dias ensina o básico sobre caricaturas, charges e tiras em quadrinhos no Sesc na Comunidade, em Barra Mansa; sucesso em 2015, meta é que o projeto se torne contínuo
________________________________________
   
  14/12/15
As bailarinas que estão na final do Prêmio OLHO VIVO
Além da cerimônia de gala, será realizado o Festival de Artes Integradas, reunindo todos os contemplados com os troféus; material produzido e enviado pelos finalistas de cada categoria é analisado pelo júri técnico
________________________________________

18/12/15
Um convite à diversão musical
Representante da nova safra da música pernambucana, banda Casaprima, divulga seu segundo CD, conta tudo sobre o álbum e fala de intercâmbio com os artistas de Volta Redonda


Divulgação

 

Casaprima é a representante da Capital do Agreste na nova safra da música pernambucana. Heitor (violão e voz), Maria J. (teclados e voz), Robson da Paz (guitarra), John Mello (bateria) e Ozeias Filho (contrabaixo) divulgam o segundo CD da banda, “Andarilho”, gravado de forma totalmente independente. São 11 faixas, feitas, segundo os integrantes da Casaprima, para as pessoas cantarem e se divertirem.
Interessados em manter intercâmbio com a cena musical de Volta Redonda, eles contam que conheceram pela internet, em 2015, a banda Madame Zero, que teve mais de meio milhão de votos no concurso da Pepsi para tocar no Rock in Rio.
- Eu já tinha ouvido falar deles, mas quando fui pesquisar descobri que eram de Volta Redonda. Mas uma banda que eu já conhecia desde do WebFestivalda 2013 é o Quarto do L, que eu gosto muito - diz Heitor.
Ele enfatiza que algo que poderia ajudar um intercâmbio independente entre as bandas seria maior empreendedorismo por parte dos artistas e produtores de cada localidade:
- Estamos em um momento de promoção do novo disco, não estamos buscando faturamento agora. Apenas abrir as portas de mais e mais cidades, então se artistas locais acolherem artistas que estão em viagem fortalece a rede de intercâmbio, não só de PE (RJ), mas do Brasil todo.
A Casaprima foi formada em 2010 e, de acordo com seus integrantes, tem como principal objetivo propiciar momentos de felicidade àqueles que escutam suas músicas. A banda se apresenta por toda a região de PE e dividiu palcos com artistas consagrados como Arnaldo Antunes, Edgar Scandurra, Nazareth, Tibério Azul, Devotos, Caapora, entre tantos outros. Em 2015, completou cinco anos de atividades, lançando o “Andarilho”, uma nova fase na carreira da Casaprima. Maria conta que a banda começou a trabalhar nas ideias para este disco no final de 2013. E que com muita reflexão conseguiram definir qual seria a essência deste novo trabalho. Eles tinham algumas músicas prontas, porém perceberam que, para atingir o objetivo, teriam que começar do zero. O objetivo principal, segundo ela, foi criar um disco em que as pessoas pudessem se divertir, cantar. Assim, para criar as novas composições, se reuniram durante todo o mês de janeiro de 2014. Eles se mudaram, durante um mês, para a casa de Heitor, montaram todo o equipamento na sala e improvisaram um estúdio para criação. 
- Foi uma experiência muito enriquecedora. Assim surgiu o “Andarilho”. No segundo semestre de 2014 entramos em estúdio para realizar as gravações. Gravado pelo selo da Ipojuke Records, tendo como produtor Joanatan Richard, um dos maiores nomes musicais do Agreste pernambucano, no Studio di Fagner aqui em Caruaru. Obtivemos uma excelente qualidade em nosso trabalho, masterizamos o áudio no Lightning Records em Berlin. A prensagem do encarte ficou por conta da Digital Master em BH (MG) e o disco foi produzido nos USA.
Heitor enfatiza que o foco é tornar a identidade musical da banda em algo popular, então eles não se incomodam se forem reconhecidos como pop rock (popular) ou Música Popular Brasileira (MPB, ou nova MPB). 
- Por uma perspectiva mais rítmica, podemos encontrar um pouco de folk rock na faixa “Devagar” e “Musga”, funk rock em “Imbricado”, ou rock progressivo em “Pontos e atos”. Para simplificar, somos uma banda de rock - fala.
As influências são de folk, rock, dance music. Apesar da Casaprima ser muito simples, há toques de grandes artistas, como Falcão (cearense), Elbow, Reginaldo Rossi, Dream Theater, Luiz Gonzaga, Radiohead, Loreena Mckennitt, Chico Science e Nação Zumbi, Queen, Alceu Valença, The Paper Kites, Joanatan Richard, Nightwish e Lenine. 
Leia no olhovivoca.com.br 
a versão estendida desta 
reportagem

Casaprima é a representante da Capital do Agreste na nova safra da música pernambucana. Heitor (violão e voz), Maria J. (teclados e voz), Robson da Paz (guitarra), John Mello (bateria) e Ozeias Filho (contrabaixo) divulgam o segundo CD da banda, “Andarilho”, gravado de forma totalmente independente. São 11 faixas, feitas, segundo os integrantes da Casaprima, para as pessoas cantarem e se divertirem.

Interessados em manter intercâmbio com a cena musical de Volta Redonda, eles contam que conheceram pela internet, em 2015, a banda Madame Zero, que teve mais de meio milhão de votos no concurso da Pepsi para tocar no Rock in Rio.

- Eu já tinha ouvido falar deles, mas quando fui pesquisar descobri que eram de Volta Redonda. Mas uma banda que eu já conhecia desde do WebFestivalda 2013 é o Quarto do L, que eu gosto muito - diz Heitor.

Ele enfatiza que algo que poderia ajudar um intercâmbio independente entre as bandas seria maior empreendedorismo por parte dos artistas e produtores de cada localidade:

- Estamos em um momento de promoção do novo disco, não estamos buscando faturamento agora. Apenas abrir as portas de mais e mais cidades, então se artistas locais acolherem artistas que estão em viagem fortalece a rede de intercâmbio, não só de PE (RJ), mas do Brasil todo.

A Casaprima foi formada em 2010 e, de acordo com seus integrantes, tem como principal objetivo propiciar momentos de felicidade àqueles que escutam suas músicas. A banda se apresenta por toda a região de PE e dividiu palcos com artistas consagrados como Arnaldo Antunes, Edgar Scandurra, Nazareth, Tibério Azul, Devotos, Caapora, entre tantos outros. Em 2015, completou cinco anos de atividades, lançando o “Andarilho”, uma nova fase na carreira da Casaprima. Maria conta que a banda começou a trabalhar nas ideias para este disco no final de 2013. E que com muita reflexão conseguiram definir qual seria a essência deste novo trabalho. Eles tinham algumas músicas prontas, porém perceberam que, para atingir o objetivo, teriam que começar do zero. O objetivo principal, segundo ela, foi criar um disco em que as pessoas pudessem se divertir, cantar. Assim, para criar as novas composições, se reuniram durante todo o mês de janeiro de 2014. Eles se mudaram, durante um mês, para a casa de Heitor, montaram todo o equipamento na sala e improvisaram um estúdio para criação. 

- Foi uma experiência muito enriquecedora. Assim surgiu o “Andarilho”. No segundo semestre de 2014 entramos em estúdio para realizar as gravações. Gravado pelo selo da Ipojuke Records, tendo como produtor Joanatan Richard, um dos maiores nomes musicais do Agreste pernambucano, no Studio di Fagner aqui em Caruaru. Obtivemos uma excelente qualidade em nosso trabalho, masterizamos o áudio no Lightning Records em Berlin. A prensagem do encarte ficou por conta da Digital Master em BH (MG) e o disco foi produzido nos USA.

Heitor enfatiza que o foco é tornar a identidade musical da banda em algo popular, então eles não se incomodam se forem reconhecidos como pop rock (popular) ou Música Popular Brasileira (MPB, ou nova MPB). 

- Por uma perspectiva mais rítmica, podemos encontrar um pouco de folk rock na faixa “Devagar” e “Musga”, funk rock em “Imbricado”, ou rock progressivo em “Pontos e atos”. Para simplificar, somos uma banda de rock - fala.

As influências são de folk, rock, dance music. Apesar da Casaprima ser muito simples, há toques de grandes artistas, como Falcão (cearense), Elbow, Reginaldo Rossi, Dream Theater, Luiz Gonzaga, Radiohead, Loreena Mckennitt, Chico Science e Nação Zumbi, Queen, Alceu Valença, The Paper Kites, Joanatan Richard, Nightwish e Lenine. 

 

Faixa a faixa do álbum
(Feito em conjunto por Heitor e Maria)

 

1 - Devagar: Mostra, em sua essência, o quanto, muitas vezes não paramos para cuidar daqueles que amamos, por causa do corre-corre do dia a dia.

2 - Dois metros: Criada a partir de um sonho vivenciado pelo nosso baterista, a música fala sobre o desejo de encontrar uma pessoa querida que está longe.

3 - Musga: Mostra que, apesar das dificuldades no meio do caminho, temos sempre que buscar superá-las.

4 - Cinematograficamente: Além de descrever aspectos marcantes da cidade do Recife, esta canção fala sobre a luta e os anseios pela realização dos sonhos.

5 - Pontos e atos: Sua mensagem principal é: Você é responsável pela sua própria vida. Esteja ela boa ou ruim, apenas você poderá transformá-la naquilo que deseja.

6 - Mariassongue: É o ponto de equilíbrio entre o indivíduo se sentir bem consigo mesmo e suas dificuldades em expressar sentimentos e ideias.

7 - Imbricado: Expressa um relacionamento entre um casal. Onde, apesar das dificuldades, ambos amam um ao outro.

8 - Aurora: Instrumental, inspirada da Rua da Aurora, que fica na cidade do Recife e que também configura uma das ilustrações no encarte do disco.

9 - Meu jardim: Essa música fala de amadurecer e perceber na fragilidade da vida os valores que realmente importam. Que o tempo apaga tudo e é importante ser justo consigo próprio.

10 - Dia de ano: Retrata os ciclos que vivenciamos no decorrer da vida. Inícios, meios e fins, onde, a canção busca proporcionar uma reflexão nas nossas atitudes em cada um desses momentos.

11 - Andarilho: Fala de perseverança! Canção que nomeia o disco, fala sobre a importância de continuar caminhando, mesmo quando as coisas parecem difíceis.

 


Font: 

 

Eu Apoio

Confira os Artistas e formadores de opnião que apóiam o movimento Volta Cultural

Saber +

 Volta Cultural TV

Aqui você conhece os nossos projetos pilotos para o programa Volta Cultural TV.

Saber +

Newsletter

Assine nossa newsletter receba as novidades do site em seu e-mail.



 
© 2010 Todos Direitos Reservados. Volta Cultural.   Política de Privacidade